Blog

Como cuidar de alguém que sofre de Alzheimer

Primeiro se inicia com o esquecimento de coisas banais como esquecer a chave da casa, depois o esquecimento de coisas importantes como datas ou horários de tomar remédios. Por seguinte é possível perceber uma mudança muito forte em comportamento e humor como ansiedade, irritabilidade e confusão e por fim as atividades banais se tornam difíceis de serem realizadas. Estamos falando do Mal de Alzheimer e estes são apenas alguns sintomas desta doença progressiva que muda totalmente a vida de um idoso e que tem atingido cada vez mais a população idosa pelo mundo!

E como a população idosa vem crescendo, mais comuns serão os casos desta doença pelo país. Mas e como cuidar de alguém que sofre de Alzheimer? Muitos cuidadores não estão preparados e acabam perdendo a paciência muito fácil, mesmo não sendo culpa do idoso tudo o que acontece. Então como saber lidar com essa situação da maneira certa e que ajude o paciente? Veja a seguir:

Nunca peça para que se lembre

Ajude a recordar! Um dos principais sintomas do Alzheimer é a perda de memória. Quando o idoso demonstrar que não se lembra de algo, evite pedir para que ele tente se lembrar. Isso pode deixá-lo bastante triste com sua condição. A melhor opção é ajudá-lo, dando dicas sobre a memória que ele está tentando lembrar.

Ajude-o a criar uma rotina!

Com ele junto, planeje como será o dia, os horários de comer, de tomar os remédios, de tomar banho, de trocar de roupa, de passear na rua, ou no jardim, etc. Crie uma ordem simples, pois assim é menor confusão na mente dos idosos com Alzheimer.

Dê instruções simples!

Ao orientar como fazer uma tarefa, não instrua tudo de uma vez. Um passo de cada vez facilitará o seu trabalho como cuidador, e o entendimento do paciente. E poderá evitar, inclusive, que o idoso fique nervoso, irritado em não conseguir fazer o que no passado conseguia mais facilmente.

Tenha MUITA paciência!

Ter calma é uma das regras básicas para os cuidadores e famílias de idosos com demências, pois se não houver a situação em casa pode só piorar, com cada vez mais conflitos e dias ruins. Tenha calma, e deixe que o idoso faça o MÁXIMO de coisas que possa fazer, mesmo que com sua pequena supervisão.

Reduza distrações durante uma tarefa.

Ao comer, se possível, desligue a TV; ao vestir o idoso, por exemplo, evite conversar sobre outro assunto; tente fazer uma tarefa de cada vez, sem arrumar outras distrações durante aquela ação, facilita a execução para o paciente.

Seja flexível quando precisar mudar algo.

Se o idoso não gosta mais daquela comida, ajuste o cardápio; se só quer agora usar a mesma roupa todos os dias, tente comprar outras roupas semelhantes, até mesmo iguais, e durante o banho dele, troque a roupa suja pela nova igualzinha… Não tente convencê-lo do contrário, quando o paciente insistir fixamente naquela ideia. Não se desgaste, nem desgaste o idoso.

Estes são apenas alguns cuidados, mas com o tempo você descobrirá exatamente como cuidar do seu ente querido com carinho, paciência e amor!

RECEBA
NOVIDADES

Quer receber nossas novidades em primeira mão?

Faça parte do nosso malling e receba dicas de qualidade de vida e conforto. Preencha seu nome e e-mail abaixo =)

CLIQUE AQUI